E3 2017 – Conferência da Nintendo

Compartilhe:

Se a E3 é uma competição, a Nintendo ganhou a edição 2017.

Ah, Nintendo. Poucas companhias dessa indústria conseguem causar tantos sentimentos de raiva e felicidade em tão pouco tempo. Nesta E3, todavia, a Nintendo foi pura felicidade para os fãs.
Na matéria sobre a conferência do Playstation eu mencionei uma espécie de "receita" que eles vêm seguindo nos últimos anos, sempre gerando a empolgação (ou hype, como preferir) mesmo que haja pouca coisa concreta sobre os jogos anunciados. Na E3 2017 a Nintendo parece ter aprendido a lição, chegando ao cúmulo de anunciar um jogo e só mostrar seu... logo. Anunciar outro com um vídeo de desenvolvedor falando que começou a desenvolver certo jogo. Quem não conhece a Nintendo ou a comunidade gamer poderia pensar que isso despertou a ira dos fãs, e eles não poderiam estar mais enganados.

O sempre carismático Reggie Fils-Aimé prometeu uma "grande E3" para a Nintendo. E cumpriu a promessa.

O jogo em que foi apresentado apenas o logo foi simplesmente a continuação de uma das franquias mais famosas da Nintendo, o Metroid Prime 4. O jogo anunciado em um vídeo de trinta segundos com um desenvolvedor foi um RPG de Pokemon para o principal console da empresa, algo pedido desde a época do N64.

No fim das contas, a Nintendo ainda apresentou os detalhes de jogabilidade de Super Mario Odyssey, a primeira DLC de The Legend of Zelda: Breath of the Wild, Rocket League para Nintendo Switch, Xenoblade Chronicles 2, um novo Metroid para 3DS e mais outros lançamentos menores. Tudo isso deixou os jogadores bastante excitados, tornando a conferência da Nintendo dinâmica e divertida.