Activision explica os erros que cometeu com Destiny

Compartilhe:

Lições aprendidas para fazer Destiny 2 melhor.

Quando chegou aos consoles da Sony e Microsoft em 2014, Destiny surpreendeu ao se tornar o lançamento mais bem sucedido de uma nova IP nos games. Entretanto, a Activision não conseguiu manter o shooter atrativo para os jogadores por muito tempo.


Em recente entrevista ao Games Industry, Eric Hirshberg, CEO da Activision explicou os erros que a empresa cometeu com o primeiro Destiny. Segundo ele, a falta de agilidade para lançar novos conteúdos afetou o interesse do público. "Eu não fiquei feliz com a cadência [de novos conteúdos]. Acertamos em muitos aspectos com Destiny 1, mas uma das coisas que não fizemos foi acompanhar a demanda por novos conteúdos. Eu sinto que, tão bom quanto todos pacotes de DLC são, claramente havia apetite para mais", disse.

Segundo ele, a Activision aprendeu a lição e promete produzir mais conteúdos para Destiny 2. Para isso, a empresa recrutou os estúdios High Moon, responsável pela série Transformers, e Vicarious Visions, da série Skylanders, para ajudar no desenvolvimento do jogo. "Isso nos permitirá manter um produto ainda mais robusto de conteúdo no ecossistema", explicou Hirshberg.

Destiny 2 será lançado para PlayStation e Xbox One em 6 de setembro de 2017. A versão para PC estará disponível apenas em 24 de outubro.