Jogamos Celeste – A mais nova jóia dos games independentes.

Compartilhe:

Celeste não é apenas um joguinho de pulo.


Meus dedos doem. O polegar da mão esquerda arde denunciando um possível calo, e eu amaldiçoo quem criou estes desafios. "Impossível", eu penso, mas logo em seguida, em uma tentativa sem esperanças, eu executo os pulos perfeitamente e no tempo correto. Pronto, eu venci.

Quando vi Celeste num trailer, meses atrás, achei ele se trataria apenas dos desafios incrivelmente difíceis, mais ou menos como narrei no parágrafo de cima. Mas Celeste é muito mais que isso, logo nos primeiros minutos percebi que a dificuldade exacerbada não era o único atrativo que o jogo tinha a oferecer. A montanha de Celeste toca em temas sensíveis, como depressão, ataques de pânico, ansiedade, pressão social e todo tipo de problemas que a sociedade moderna enfrenta.


Para além da história, Celeste tem uma premissa básica: a personagem principal, Madeline, pode dar pulos duplos, sendo que o segundo é um dash que pode ser dado em qualquer direção. Essa premissa básica é esticada, rotacionada, e usada de forma magistral, como nenhum outro jogo de pulos fez. E o desafio só funciona porque os controles são precisos, ainda que no Switch o tamanho dos analógicos possa atrapalhar um pouco.

Os gráficos em pixel art são simpáticos e quando intercalados com a arte dos diálogos, bem escritos, por sinal, dão um tom de empatia essencial para entender o desafio que é escalar essa montanha e principalmente, saber por que Madeline precisa escalá-la.



É estranho ver os desenhos coloridos e os minúsculos pixel art tratando temas pesados com uma desenvoltura tão grande. Também não é difícil sentir empatia pela Madeline e sua parte maligna, ou enxergar em Theo aquele amigo que sempre tem uma palavra de apoio adequada. A narrativa de Celeste surpreende porque é muito competente para um jogo tão simples. Potencialmente, a sua história falará para mim algo diferente do que para você. Entretanto, o que posso garantir é que em ambos os casos a subida da montanha é possível e valerá à pena.

Celeste custa US$20 e já pode ser comprado no PS4, Xbox One, PC (Steam) e Nintendo Switch.